sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A caneta, o papel e o desengano

E eis mais um tropeço da mocinha transparente. Não que eu não esteja acostumada, acreditem, esta é a minha rotina desde antes de eu perceber o poder mortífero deste músculo involuntário que pulsa, dizem, do lado esquerdo da caixa torácica. Mas não deixo de me incomodar a cada vez que preciso limpar toda a bagunça. Estar habituada a ser eu mesma não significa que eu goste disso.

Mas você também não colabora, não é? Será que você podia fazer-me o favor de virar esses olhos pr'outro lugar? Não, olhar pessoas é uma coisa normal, mas o seu olhar, em questão, é um não sei o quê de falsas promessas e blefes que não estou acostumada a desacreditar.

Você sempre parece sincero assim?

Ei, eu não estou magoada. Chateada, talvez, frustrada, sempre, vou até anotar essas rimantes e compor um poema sobre isso, depois. Magoada eu não estou. Você pode parar de se preocupar, por favor? Ser adorável, na presente situação, não ajuda muita coisa.


A vida é feita disso. Corações quebram aqui, outros ali, ao mesmo tempo em que nos machucam, machucamos também. Assim segue esse mundo velho, essa tragicomédia que vá lá, tem sua poesia. É por causa disso que pessoas como eu vêm chorar suas palavras num pretenso anonimato que, cedo ou tarde, cai por terra. Por causa disso existem poetas e compositores. Torna tudo mais bonito. Dor de amor no coração dos outros e refresco.

7 comentários:

Rafa disse...

...
...
... Nice.


... xD

Não me xingue. Você estava esperando por isso :p

Gostei do texto, simples e bonitinho. 'Dor de amor no coração dos outros é refresco' de fato. Mas provavelmente não teríamos arte nem vida se não fosse assim u.u Bom trabalho. Espero que atualize mais o blog agora, apesar de A Vida ser\estar Bela e tal... :p E vou tentar atualizar o meu também. Eventualmente...

Quero minha agenda de volta '-' Ou vão achar seu corpo na entrada do Chaparral. You've been warned.

Uiberon disse...

I liked it.
I really did.
It's simple and clean.
É uma fofura de texto =D
Se não fosse triste, claro...

*Leu o comment da rafa*

FIQUE ALERTA: Estamos aqui com um ASSASSINATO NO PAU DA ROLA!

Felipe de Alcantara disse...

Tão jovial, tão fresco, tão mocinha.
Tudo num bom sentido.
Frustrações vem com a vida, e a responsabilidade sobre elas é toda nossa. As pessoas fazem conosco aquilo que permitimos. Vamos nos permitir?

Elayne Pontual disse...

Simples e por isso diferente. Natural, bem natural e eu adorei. Muito sincero.

Parabéns Lud xD

ArT-O disse...

bacana, dor de coração todos tem.. bom texto.

nemeuseidireito disse...

É melhor ler um texto sincero como seu, que muitos textos que são totalmente fantasiados por parte do autor.

Sinceridade e sentimento vão ser sempre mais importantes!

Júnior Calheiros disse...

Já ouvi tantos dizerem que um coração quebrado é o mesmo que um cristal em pedaços.Contudo o no caso do coração o tempo funciona como uma supercola, disso eu não tenho dúvida.